Fuga em Fuga pelo Alentejo

Corina Chaves, Évora Grandfondo:

“Cá está a minha voltinha de ontem. Aquela que foi finalizada graças ao acumular de factores, mas o principal foi o carro de apoio estar longe, o que me impediu de desistir facilmente. Objectivo era subir a Serra d’Ossa, mas ainda não tinha sido dobrada pelos cavalões 😉 Ouço as motas que lhes abrem caminho e lanço-me a fundo na descida, passam por mim os primeiros (e segundos, e meios, e décimos….) O Filipe Cardoso grita pela Fuga Rosa, eu grito pela Daniela Reis! Mas já que estou aqui, vou até Estremoz! (Cala-te incómodo!) A velocidade aqui é boa, mas quando chegar à estrada para Évoramonte ligo ao Alvaro. Hum, vão esperar pela Patrícia na meta? OK, vou até ao cimo da subida, mas antes , doping à Contador/Wiggins. O Ricky e a Monica nunca mais me dobram para eu desistir… Raios, vou até ao abastecimento e já ligo. Já não sei montar para cima da bicicleta… Faltam 20km mas não dá se houver subidas… olha o Álvaro e a Vanessa! Mas agora a estrada tá fixe, até vou na talega! Faltam 12km? Que se f€@#! Nem que demore 2h! “TÁ TUDO BEM?” “Só faltam 10km, vou até ao fim!” Pedala! Faltam 9, “Aguentas vir na minha roda? (Não posso, já falta concentração) faltam 8, falta rabo, falta perna, “ESTAVA MESMO À ESPERA DE UMA FUGA” Mais um alento! “Olha a Corina!” “Eu avisei que o último lugar era meu!”. Subida em empedrado? RAIOS! NEM QUE FAÇA A PÉ! @€=#?&@ o Álvaro tá a fotografar, não posso desmontar! Vou parar ao lado dos polícias mas o que é aquele arco azul insuflável a 100m de altura? F@€&!+@? SHUT UP LEGS! Mas uma, e outra e TÁ FEITO! NÃO CONSIGO PARAR, VOU CAIR, VOU BATER NA MURALHA! SEGUREM-ME. Tá feito.” 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *