Périplo Alentejano

Dulce Camões na sua peregrinação pelo Alentejo onde, como já dizia a Florbela Espanca em “O Meu Alentejo”:

Tudo é tranquilo, e casto, e sonhador…
Olhando esta paisagem que é uma tela
De Deus, eu penso então: Onde há pintor,

Onde há artista de saber profundo,
Que possa imaginar coisa mais bela,
Mais delicada e linda neste mundo?!

  

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *